Você já pensou sobre a duração das emoções e dos sentimentos? 😉😊😕😖😡😎😭



Desenhos Animados, Rostos, Expressões, Emoções


"Tristeza não tem fim 
Felicidade sim 
A felicidade é como a gota 
De orvalho numa pétala de flor 
Brilha tranquila 
Depois de leve oscila 
E cai como uma lágrima de amor 
A felicidade do pobre parece 
A grande ilusão do carnaval 
A gente trabalha o ano inteiro 
Por um momento de sonho 
Pra fazer a fantasia 
De rei ou de pirata ou jardineira 
Pra tudo se acabar na quarta feira 
Tristeza não tem fim 
Felicidade sim 
A felicidade é como a pluma 
Que o vento vai levando pelo are 
Voa tão leve 
Mas tem a vida breve 
Precisa que haja vento sem parar"
Antônio Carlos Jobim


Uma pesquisa da Universidade da Leuven, na Bélgica analisou a duração das emoções em 233 pessoas e concluiu que em média a tristeza é sentida - pasmem - por um tempo até 240 vezes maior do que sentimos outras emoções!!!

Embora a amostra de pessoas não tenha sido grande, é surpreendente o fato da duração da alegria ser tão inferior ao da tristeza. Se a alegria nos faz tão bem por que ela se vai em cerca de 1 dia e meio enquanto a tristeza perdura por 5 dias?

Segundo os pesquisadores, eventos de menor importância tendem (mas não sempre) a gerar emoções e sentimentos que passam rapidamente, enquanto fatos de maior importância geram emoções e sentimentos mais duradouros. No entanto, eles ressaltam que o fator determinante para explicar porque algumas emoções duram mais que outras é - pasmem novamente - a ruminação

Ou seja, todo aquele pensamento circular e repetitivo que produzimos quando algo de ruim acontece faz com que a tristeza fique mais tempo por perto. Assim fica claro perceber que o hábito de remoer o que já aconteceu, tentando descobrir o que deu errado ou como o resultado poderia ter sido diferente, é capaz de nos deixar para baixo por mais tempo.

Então, que tal pensar por mais tempo sobre os acontecimentos positivos? Já que a ruminação é o que está por trás da longa duração da tristeza, se passarmos a pensar, valorizar e comentar sobre o que nos deixa felizes, teremos o poder de deixar a alegria mais tempo por perto. Assim inverteremos a afirmação do Tom Jobim, fazendo com que a felicidade não tenha fim e a tristeza sim. 

Vamos tentar?

Já imaginou o bem que você faria ao ensinar essa estratégia para as crianças com quem você convive? Fico empolgada só em imaginar as possibilidades! 😀

Para ler o extrato da pesquisa, clique aqui: http://link.springer.com/article/10.1007/s11031-014-9445-y
E para ouvir uma versão da música do Tom, clique aqui: https://www.youtube.com/watch?v=JVNQh1BW5SQ


Você já conhece a TeraPlay e suas soluções inovadoras que buscam promover educação emocional, comunicação e regulação sensorial? 



Comentários

Postagens mais visitadas